REDES SOCIAIS

28°C

Nikolas Ferreira comete novo ato de transfobia contra Erika Hilton após deputada ofender outra parlamentar

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Em mais um episódio de transfobia na Câmara, o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) atacou nesta quarta-feira (5) a deputada Erika Hilton (PSOL-SP), líder do partido, em uma reunião da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

Durante audiência com a ministra Cida Gonçalves, Erika discutiu com a deputada Júlia Zanatta (PL-SC) fora do microfone. Ela chamou Julia de “ridícula”, “feia” e “ultrapassada”. “Vai hidratar esse cabelo”, disse. entrou no meio da conversa e disse: ?pelo menos ela é ela?.

A discussão foi gravada e exposta nas redes sociais do próprio deputado, autor da agressão.

A transfobia foi equiparada ao crime de racismo pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2019 (veja mais abaixo).

Nikolas, da ala bolsonarista, já tem alguns episódios de preconceito na Casa. Ele já foi alvo de uma representação no Conselho de Ética por uma fala transfóbica no plenário.

Erika Hilton e Duda Salabert (PDT-MG) são as duas primeiras mulheres trans eleitas para o Congresso.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Condenado

Em dezembro de 2023, a Justiça de Minas Gerais negou o recurso movido pelo deputado e manteve uma condenação em processo de danos morais movido Salabert. Com isso, ele terá que pagar uma indenização de R$ 30 mil a ela. Ainda cabe recurso

O processo diz respeito a declarações feitas por Nikolas em 2020, quando ambos os envolvidos eram vereadores eleitos de Belo Horizonte. Na ocasião, em entrevista a um jornal, o atual deputado federal disse que continuaria chamando Duda de “ele”, como já vinha fazendo durante a campanha eleitoral, por “ser o que está na certidão”. Depois, repercutiu as declarações nas redes sociais.

Transfobia

A transfobia foi equiparada ao crime de racismo pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2019.

Os ministros consideraram na oportunidade que atos preconceituosos contra homossexuais e transexuais devem ser enquadrados no crime de racismo.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS