REDES SOCIAIS

28°C

Operação contra empresários golpistas em dia de encontro de Moraes com ministro da Defesa irrita Planalto

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Interlocutores do presidente Jair Bolsonaro (PL) reagiram com irritação à operação da Polícia Federal realizada nesta terça-feira (23) contra empresários que defenderam, em grupo do no WhatsApp, um golpe de estado em caso de vitória de Lula em outubro.

As buscas foram determinadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Um interlocutor do presidente trata como “provocação” as buscas contra Luciano Hang, dono da Havan e um dos empresários alvos da operação.

O fato de a operação ocorrer no dia em que Moraes deve se reunir com o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, para tratar sobre as eleições aumentou a revolta.

O encontro é visto pelo QG da reeleição como mais uma oportunidade para tirar gás dos ataques de Bolsonaro ao sistema eleitoral que, para os assessores, atrapalha os planos de reeleição do presidente.

Este post está em atualização.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS