REDES SOCIAIS

18°C

Opinião: Cuiabá sofre para criar, mas solidez defensiva precisa ser prioridade no início da “Era Petit”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O início de um novo trabalho é no que o torcedor cuiabanista se apoia para manter vivo o otimismo por dias melhores. A estreia do técnico Petit está prevista para esta quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. O próximo desafio no Brasileirão será somente no dia 19, tempo precioso para o comandante organizar a casa.

Já que a Série A é prioridade do clube, ter três jogos pela frente válidos por outras competições pode ser fundamental para uma rápida evolução. E para conduzir a equipe aos primeiros pontos na tabela, é necessário retomar a solidez defensiva característica dos últimos anos.

Em quatro partidas, foram dez gols sofridos e nenhum marcado. Um time que figura na última colocação e entra no campeonato com a meta de evitar o rebaixamento não pode ser vazado com tanta frequência.

Em busca do equilíbrio coletivo entre ser mais efetivo no ataque e sólido na defesa, parar de sofrer gols pode ser o primeiro passo para dar tranquilidade ao setor ofensivo. Nas quatro primeiras rodadas da Série A, o Cuiabá foi para o intervalo atrás no placar, o que dificulta ainda mais qualquer reação para amenizar uma crise.

As dificuldades para construir grandes oportunidades foram claras até aqui. São poucos os momentos em que o Cuiabá conseguiu envolver os adversários com padrões bem definidos. Mas o conforto para desenvolver a criatividade passa pela convicção de um sistema defensivo consistente.

A ?Era Petit? começa em um momento turbulento, mas nada que o comandante já não tenha experimentado na carreira para saber lidar. A expectativa do torcedor que o treinador consiga colocar em prática seu modelo de jogo o quanto antes para que a estabilidade possa voltar a dar as caras no CT Manoel Dresch.

Fonte GE Esportes

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS