REDES SOCIAIS

14°C

Paccola continua pré-candidato e vai ser julgado na urna, diz Sachetti

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O vereador Marcos Paccola continua na lista de pré-candidatos a deputado estadual pelo Republicanos. A informação de que sua pré-candidatura para as eleições de outubro estão mantidas foi confirmada ao pelo presidente do Republicamos no Estado, deputado federal Adilton Sachetti, após o caso ser discutido em reunião do diretório estadual.

O vereador vai responder inquérito policial por homicídio qualificado pela morte do agente socioeducativo Alexandre Miyagawa, de 41 anos, após levar três tiros nas costas, os três disparados por Paccola. O homicídio aconteceu no último dia 1º próximo ao restaurante Choppão em Cuiabá.

Sachetti explica que Paccola ainda vai ser julgado e que não cabe ao partido antecipar o resultado desse julgamento. “O Paccola segue pré-candidato porque somos um partido político. Não compete a nós fazer o julgamento. Isso é com a Justiça”, pontua.

O dirigente partidário considera ainda que o eleitor será o principal juiz – que poderá condenar ou absolver Paccola diante do homicídio justificado, segundo Paccola, em legítima defesa e de terceiros.

Para Sachetti, o vereador vai disputar a eleição e terá sua resposta nas urnas. “O juiz principal é o povo que irá julgá-lo nas urnas”, justifica.

Câmara

A cópia do inquérito contra Paccola já está na Câmara de vereadores. O vereador Chico 2000 (PL), presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) recebeu o inquérito policial. No entanto, ele alegou que durante esta semana será realizada uma análise e somente após o recesso deve emitir um parecer sobre o caso.

A Câmara volta aos trabalhos na próxima terça-feira (2).

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS