REDES SOCIAIS

12°C

Parecer da PGE pode deixar Wellington e Neri no mesmo palanque que Mendes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O Procurador-Geral Eleitoral (PGE) Paulo Gonet se manifestou, na última terça-feira (10), favorável para que as chapas a governador tenham mais de um candidato ao Senado. Na prática, isso pode deixar os candidatos ao Senado Wellington Fagundes (PL) e Neri Geller (PP) no mesmo palanque que o governador Mauro Mendes (UB).

A tendência é que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tenha o mesmo entendimento, já que dois candidatos em uma mesma chapa já ocorreram em estados como o Amapá, em 2014, por exemplo. Ainda não há uma previsão para uma decisão da Suprema Corte Eleitoral sobre o caso.

A provocação foi do deputado federal Delegado Waldir (UB), de Goiás – mas pode ter reflexos em Mato Grosso. Isso porque Mendes iniciou uma aproximação junto ao PL nos últimos meses e conseguiu, inclusive, o apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro. Entretanto, apoiar o PL seria estar no mesmo palanque que Wellington, deixando Neri de fora.

Contudo, a candidatura de Neri é apoiada por grande parte do grupo político de Mauro, como o MDB, PSD e até mesmo o PSB. Caso fique de fora do palanque à reeleição do governador, o PP pode romper com a base do governo e causar um imbróglio político entre os aliados.

A ideia não parece agradar muito Fagundes. Em entrevista na última segunda-feira (09), o senador afirmou que “não cabe dois candidatos oficialmente a senador”, se referindo ao palanque eleitoral do governador.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS