REDES SOCIAIS

33°C

Pauta do PT não coincide com os interesses da base aliada de Lula no Congresso

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A pauta política aprovada pelo PT em uma resolução nesta semana, durante os festejos de aniversário do partido, não coincide com os interesses da base aliada do governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Congresso.

O alerta é feito por partidos de centro que vêm apoiando o governo Lula até aqui.

Líderes dessas siglas destacam que:

  • são contra revogar a autonomia do Banco Central ? e contra a artilharia do PT apontada para Roberto Campos Neto;
  • não pretendem rever a privatização da Eletrobras, e
  • não defendem uma política intervencionista nos preços da Petrobras.

Segundo eles, essas pautas são dos partidos de esquerda, que não têm maioria dentro do Legislativo.

“Isso vale mais para o discurso político, porque nada disso passa no Congresso”, diz um líder de partido de centro.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

A avaliação é que o PT, ao defender essa agenda, acaba gerando ruído ? mas não mais do que isso.

Interlocutores do presidente Lula destacam que ele sabe disso e que, mesmo tendo criticado o presidente do BC, Roberto Campos Neto, não está nos seus planos revogar a autonomia do Banco Central.

O objetivo do presidente Lula, segundo auxiliares próximos, era evitar que o BC viesse a subir os juros neste ano e também forçar o banco a não adotar uma posição de oposição ao Palácio do Planalto.

Depois que Roberto Campos Neto disse que os investidores precisam ter um ?pouco mais de boa vontade com o governo Lula?, a equipe presidencial avalia que o objetivo foi atingido.

Segundo um assessor, Campos Neto teria entendido que a autonomia do BC não pode ser convertida em uma postura de oposição ao governo Lula.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS