REDES SOCIAIS

19°C

PF teve de fazer tratativas com familiares para que Carlos Bolsonaro acompanhasse buscas

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Polícia Federal teve de fazer tratativas com a família de Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) para que o vereador acompanhasse as buscas da nova fase da operação que investiga o uso ilegal da Agência Brasileira de Informações (Abin) para monitorar adversários políticos e obter informações sobre investigações contra a família do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Carlos, os irmãos Flávio e Eduardo e o pai estavam em Angra dos Reis na segunda. Segundo os advogados da família, Bolsonaro, Flávio e Carlos saíram para pescar antes das 6h e, ao tomarem conhecimento das buscas na casa, “todos retornaram imediatamente para acompanhar e atender plenamente ao mandado judicial”.

Segundo uma fonte da PF ouvida pelo blog, testemunhas ouvidas pelos policiais na região apontam que o grupo saiu um pouco mais tarde, por volta das 6h40. Nesse momento, segundo a mesma fonte, a PF já estava na casa de Carlos Bolsonaro no Rio de Janeiro e na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro.

A PF iniciou as buscas na casa por volta das 8h40. Às 9h30, de acordo com a fonte, a PF começa a tratativas com familiares para que Carlos se apresente e acompanhe as buscas.

O vereador chegaria à casa 11h, acompanhado do pai.

Eduardo Kuntz, advogado da família, diz que o grupo estava sem sinal e só ficou sabendo da busca às 10h, quando um segurança que havia voltado para buscar combustível viu mensagens sobre a busca que tinham sido enviadas a ele.

Veja, abaixo, a cronologia:

? 5h

? Segundo o advogado de Bolsonaro Fabio Wajngarten, o ex-presidente e os filhos saem para pescar. Testemunhas ouvidas pela PF indicam que foi mais tarde, às 6h40 (leia mais abaixo).

? 6h10

? Segundo fonte da Polícia Federal, neste horário os agentes da PF chegaram à Câmara dos Vereadores do Rio e ao condomínio Vivendas da Barra, também na capital, onde Carlos tem casa.

? 6h40

? Polícia Federal entra na casa de Carlos no condomínio, segundo fonte da PF.

? 6h40

? Esse é o horário em que, segundo vizinhos ouvidos pela PF, Carlos saiu da casa de angra para pescar com o pai.

? 7 horas

? Neste momento, começam as diligências no gabinete de Carlos Bolsonaro na Câmara dos Vereadores, segundo da Casa

?Agentes da Polícia Federal estiveram no gabinete do vereador Carlos Bolsonaro na Câmara do Rio na manhã desta segunda-feira (29), para cumprir mandado judicial de busca e apreensão. A diligência ocorreu das 7h às 9h, e foi acompanhada pela segurança da Casa e um assessor do parlamentar?, diz a nota da Câmara.

? 8h40

? Neste horário, a PF começa a fazer buscas na casa de Angra.

?9h30

? A PF começa a negociar com familiares para que Carlos se apresente.

?10h57

? Quando o relógio marcava quase 11h, Carlos Bolsonaro e o pai, Jair, foram vistos chegando à casa de Angra.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS