REDES SOCIAIS

12°C

Pintado justifica insistência em André e reconhece ascensão de Elton no Cuiabá: “Ninguém é cego”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O enredo das partidas recentes do Cuiabá se repetiu no fim de semana. O atacante Elton começa no banco de reservas, entra no lugar do titular André Felipe e decide o confronto a favor do Dourado – desta vez contra o Juventude, pela terceira rodada do Brasileirão.

A insistência de Pintado em André Felipe, que iniciou um jogo pela sexta vez consecutiva e não correspondeu, fez a pressão da torcida aumentar sobre o treinador. Após a vitória sobre o time gaúcho, o comandante tentou justificar suas escolhas.

– É uma situação em que o que todos estão vendo, nós também estamos vendo. Nós conhecemos o Elton de outros anos, principalmente o Cuiabá. Não temos dúvida que o Elton é um jogador decisivo aqui dentro, nos ajuda bastante. A gente quer equilibrar todo mundo, não pode ser só o Elton, temos que ter um poder de fogo maior. Claro que o Elton pede passagem, e isso é importante, como foi com outros jogadores. Não existe ninguém cego, trabalhamos no dia a dia e vemos muita coisa. Na hora certa temos conseguido resolver as dificuldades e nossos problemas.

Pela justificativa, Pintado indica que a intenção é dar sequência a André Felipe na esperança que ele recupere o bom futebol que o consagrou no cenário nacional, principalmente durante as passagens por Santos e Sport. O jogador marcou apenas uma vez pelo Dourado até o momento, em fevereiro, ainda pelo estadual.

A questão é que, neste período como suplente, Elton marcou quatro gols, enquanto seu concorrente pela posição não fez nenhum. E não foram gols quaisquer. Garantiu a vitória contra Melgar, pela Sul-Americana, e Juventude, pelo Brasileirão, e evitou a derrota diante do Atlético-GO, pela Copa do Brasil.

Além disso, o experiente centroavante de 36 anos igualou Rodriguinho como artilheiro da equipe na temporada, com dez bolas na rede. A história também está ao lado de Elton, já que ele é o segundo maior goleador geral do Cuiabá, com 36 gols em 89 jogos, algo que já o coloca na prateleira de ídolos do clube.

A tendência é que o debate prossiga nesta semana. O Cuiabá tem duelos contra River Plate-URU na quarta-feira, pela Sul-Americana, e Atlético-GO, no sábado, pelo Brasileirão, ambos na Arena Pantanal. As movimentações nos próximos dias deve apontar quem comandará o ataque auriverde nestes compromissos.

Fonte GE Esportes

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS