REDES SOCIAIS

35°C

Pré-candidatura no Rio foi a melhor blindagem para Ramagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A pré-candidatura de Alexandre Ramagem à prefeitura do Rio deu a ele, e ao bolsonarismo, o principal argumento para sua defesa: Ramagem é vítima de perseguição política. O ex-diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e atual deputado federal foi alvo de buscas nesta quinta-feira (25).

Não é possível afirmar que o lançamento de seu nome foi premeditado para criar esta ?narrativa?, palavra preferida do dialeto ?bolsonarês?, mas é fato que seu nome foi confirmado duas semanas após a Polícia Federal deflagrar uma operação para investigar os crimes de espionagem na Abin.

O anúncio da iminente candidatura foi feito pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), durante um evento em Goiânia no dia 27 de outubro. Bolsonaro afirmou: ?Ramagem, a princípio, é o nosso candidato no Rio de Janeiro?.

O ex-chefe da Abin atropelou nomes com maior densidade eleitoral dentro do PL. Flávio e Braga Netto eram os planos A e B do partido. Como plano C, o PL apostava em nomes como o do senador Carlos Portinho e até do general Pazuello.

A opção por Ramagem, que obteve 59 mil votos para deputado federal, foi uma surpresa. Tanto que, nos bastidores da política do Rio, havia a dúvida se a candidatura de Ramagem era para valer ou se proteger.

LEIA TAMBÉM:

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS