REDES SOCIAIS

28°C

Presidente do Conselho de Ética define Jack Rocha (PT-ES) como relatora de processo contra Brazão

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, Leur Lomanto Júnior (União Brasil-BA), escolheu nesta sexta-feira (26) a deputada Jack Rocha (PT-ES) como relatora do processo contra o deputado Chiquinho Brazão (sem partido-RJ), um dos acusados de mandar matar a vereadora Marielle Franco.

A escolha da relatoria do processo contra Brazão passou por contratempos. Cabe ao presidente designar um parlamentar entre três sorteados.

No total, foram sorteados 7 nomes. Os três primeiros Bruno Ganem (Podemos-SP), Ricardo Ayres (Republicanos-TO) e Gabriel Mota (Republicanos-RR) declinaram da competência.

Mota não apresentou justificativas. Ganem disse que já estava envolvido com sua pré-campanha à prefeitura de Indaiatuba e Ayres afirmou que já havia sorteado para analisar outra representação no colegiado.

O presidente então sorteou mais três nomes, entre eles Jack Rocha. Nesta lista tríplice, Rosângela Reis (PL/MG) também desistiu e foi substituída por Jorge Solla (PT-BA) na última quarta-feira (24).

Só depois de formada a nova lista tríplice é que o Leur designou um relator, oficializado nesta sexta-feira.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS