REDES SOCIAIS

22°C

Prestes a assumir na AL, suplente deseja estimular o eleitorado feminino de MT

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Nesta quarta-feira (09), assumirá uma das cadeiras da Assembleia Legislativa a suplente do PSDB, Sheila Klener. Durante 30 dias, a Casa de Leis passará a ter duas deputadas no plenário, e justamente a representatividade feminina será uma das pautas da nova deputada.

Sheila ocupará temporariamente a vaga do deputado estadual, e presidente do PSDB, Carlos Avallone (PSDB), que retirou licença parlamentar na última semana. Em entrevista a um portal de notícias, Sheila afirmou que as expectativas em cima de seu curto mandato estão altas e pretende, nesse período, incentivar o eleitorado feminino.

“Eu espero que com esses 30 dias que eu estiver na Assembleia, eu possa inspirar outras pessoas, espero que quem tenha essa vontade vá atrás e coloque o nome [na política]”, disse a suplente. Sheila afirmou que não possui “apadrinhamento político”.

Mas, relembra que não fará nada sozinha, pois política precisa ser feita em conjunto. “Eu não tenho padrinho político. Sou servidora pública, e quis fazer algo diferente e entrei nessa jornada. Você tem que ter um apoio técnico para buscar as políticas que serão aplicadas efetivamente.

Não adianta você fazer legislação que não será implementada. É preciso saber”, finalizou a deputada. A professora recebeu 4.345 votos nas eleições majoritárias de 2022, sendo a décima mulher mais votada, porém, acabou ficando como suplente do PSDB. Com a chegada de Sheila, a Assembleia Legislativa passará a ter duas deputadas atuando no Legislativo Estadual. Anteriormente apenas a Janaina Riva (MDB), vice-presidente da Casa, fazia a representação feminina do Plenário.  

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS