REDES SOCIAIS

35°C

Procuradoria da AL emite parecer contrário à CPI do Sintep

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União) apontou pelo arquivamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep). Em sessão desta quarta-feira (15), o presidente leu parecer da Procuradoria da ALMT que foi contrário à criação da CPI, indicando “ausência dos requisitos constitucionais”. O pedido para a criação foi protocolado pelo deputado estadual Gilberto Cattani (PL). 

Cattani por sua vez contestou afirmando que a Casa tem todo direito em fazer uma investigação em qualquer entidade que envolva funcionários públicos. Ele deve apresentar um requerimento para que se leve para a avaliação da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Casa de Leis.
 
“Agora vi que o senhor é mesmo um escravo do regimento”, brincou Cattani se referindo a Botelho.

Gilberto Cattani o pedido no dia 8 de fevereiro na Assembleia Legislativa para criar a CPI do Sintep. A Comissão Parlamentar de Inquérito tem o objetivo de apurar denúncias de desvio de finalidade e coação político-ideológica do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT).

Durante a fala na tribuna, o deputado alegou que tem recebido diversas denúncias contra a entidade que representa professores, monitores de creches, motoristas escolar, merendeiras, entre outros profissionais da educação estadual.

“Venho recebendo denúncias sobre a atuação do Sintep em Mato Grosso, como por exemplo: desvio de finalidade, inadequada aplicação de recursos, coação política e ideológica de professores e outros trabalhadores da rede pública de ensino”, cita trecho do documento.

 

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS