REDES SOCIAIS

21°C

Projeto quer mudar sirenes de escolas para não assustar alunos autistas

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Aline Almeida

Única News

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Tramita na Câmara de Cuiabá o projeto de lei 15/2024 para que as escolas públicas e privadas da cidade substituam as sirenes que indicam os horários de entrada e saída das aulas. A indicação é para que as unidades de ensino usem sinais sonoros ou musicais mais adequados aos alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). O projeto é de autoria do vereador Mário Nadaf (PV).

A proposta assegura que a mudança visa garantir maior eficácia ao aprendizado e atenção dos estudantes que sofrem com sensibilidade auditiva e se irritam ou se assustam com ruídos elevados. Conforme o vereador, a troca das sirenes por sons mais agradáveis pode melhorar o ambiente escolar e a integração dos alunos com autismo no convívio com os demais.

Os novos sinais sonoros ou musicais serão escolhidos pela equipe gestora e pelo conselho deliberativo de cada unidade educacional, respeitando as necessidades e preferências dos alunos com TEA. O projeto também determina que o sinal sonoro ou musical não poderá apresentar risco de pânico ou desconforto aos estudantes com autismo.

“Importa destacar que o valor dispensado pelos estabelecimentos escolares é ínfimo frente aos beneficiados que esta troca gerará aos discentes. Sendo assim, justifica-se plenamente o presente projeto, que para dar cumprimento às determinações legais e assegurar uma maior integração de alunos com TEA no convívio escolar, é que se torna necessária a sua aprovação”, justificou o vereador.

TEA

Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), conhecido como autismo,  é um transtorno de desenvolvimento neurológico que se apresenta de diferentes formas. De uma maneira geral, o TEA afeta a linguagem, comunicação, interação social e comportamento social. Pessoas dentro do espectro podem apresentar padrões de comportamento repetitivos, interesses fixos e hiperfoco, hipo ou hipersensibilidade a estímulos sensoriais, entre outros. (Com Assessoria)

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS