REDES SOCIAIS

28°C

PT vê Alckmin ‘com química’ junto a Lula, mas cobra entrega da ‘mercadoria?: apoio do centro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Integrantes da campanha Lula/Alckmin para a Presidência veem a dupla em harmonia nas viagens pelo Brasil, iniciada no Sul. Sentem que “deu liga” os dois juntos. Resta ao tucano, na visão dessas pessoas, trazer para a chapa o apoio de setores do centro (ouça baixo a análise no Papo de Política).

Um petista na organização da chapa, ouvido pelo blog, diz que a parceira vai além da imagem e os antigos rivais estão, agora, sintonizados na mesma frequência. O que gera um alerta: “Alckmin tem que entregar a mercadoria”, cita, ao se referir ao voto conservador.

Leia também:

A visão é de que o ex-tucano precisa aproximar da campanha pessoas historicamente mais alinhadas a ele, como membros do agronegócio, e não ir a eventos de classes alinhadas à esquerda.

Nesta semana, Alckmin esteve em agendas com estudantes universitários de Porto Alegre (RS) ao lado de Lula e da ex-presidente Dilma Rousseff ? rival dos tucanos em 2010 e 2014, vitoriosa em ambos os pleitos presidenciais.

“Eu não quero que ele segure a bandeira do PT, quero que ele traga [para a campanha] os antigos amigos”, afirmou ao blog o petista próximo da campanha ao Planalto.

Um apoio conquistado é o do ex-senador tucano Aloysio Nunes, que declarou publicamente voto em Lula no 1º turno antes mesmo de João Doria desistir da Presidência ? e é antibolsonarista de carteirinha.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS