REDES SOCIAIS

35°C

‘Quem achar que o Lulinha está cansado, pergunte para Janja’, diz Lula durante evento em São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta sexta-feira (5) que “não está cansado”. O comentário foi em referência, segundo ele, a críticas que vem recebendo por conta da sua idade. Lula tem 78 anos.

O presidente afirmou ainda que tem sido comparado com o presidente americano Joe Biden, de 81 anos, que tem sido pressionado a desistir da tentativa de reeleição após o desempenho ruim no último debate com o ex-presidente Donald Trump.

“Quem achar que o Lulinha está cansado, pergunte para Janja. Pergunte para Janja. Ela é testemunha ocular. Quando eu falo que eu tenho 70 anos de idade, energia de 30 e tesão de 20, eu estou falando com conhecimento de causa”, afirmou.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

“Portanto, não adianta tentar atrapalhar a minha vida, não adianta tentar prejudicar o Haddad, prejudicar o Camilo, sabe, por quê? Porque eu tenho consciência que eu não sou eu. Eu sou vocês. Isso que dá força para gente consertar esse país”, prosseguiu o presidente.

Lula também desafiou quem o considera casado a acompanhá-lo nas agendas de trabalho.

“Todo que acham que eu estou cansado eu convido a fazer uma agenda comigo durante o meu mandato. Se ele aguentar levantar 5h e dormir meia-noite todo o dia, aí pode dizer que eu estou cansado”, disse.

A declaração de Lula foi dada em São Paulo, durante a inauguração do novo prédio da Unicesp, em Osasco.

Críticas por declarações

Lula também comentou sobre a repercussão de suas declarações públicas na imprensa.

Nas últimas semanas, o dólar teve altas sucessivas, com influência, entre outras coisas, de falas do presidente contendo críticas ao Banco Central e à necessidade real do governo cortar despesas. Isso fez com que crescessem a incerteza do mercado com o equilíbrio das contas públicas.

A cotação do dólar ante o real caiu após o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciar que Lula determinou que seja cumprido o arcabouço fiscal, o que incluiu cortes e R$ 25,9 bilhões em despesas obrigatórias.

Nesta sexta-feira, Lula voltou a reclamar de críticas a respeito de gastos em políticas sociais, reafirmou que tem responsabilidade fiscal e destacou que o governo “só vai dar certo se a economia tiver arrumada”.

“No meu governo [a economia] não vai quebrar porque nós temos responsabilidade de cuidar deste país”, afirmou Lula.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS