REDES SOCIAIS

23°C

R$ 117 milhões “no ralo”: Denúncia pode revelar incompetência da gestão Mendes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Após denúncia do site The Intercept Brasil, apontando que Mato Grosso deixou perder mais de R$ 117 milhões em multas por infrações ambientais nos últimos 5 anos, o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) cobra a convocação da secretária Mauren Lazzaretti para prestar esclarecimentos à Assembleia Legislativa.

Os valores seriam relativos a processos que prescreveram. O pedido para que Mauren preste esclarecimentos deve ser votado na sessão da próxima quarta-feira (22).

“Esse volume de multas não pagas demonstra como a impunidade é regra para autores de crimes ambientais em Mato Grosso. É uma questão grave. A Sema tem o dever de punir, aplicar multas e exigir reparação a qualquer dano ambiental”, pontuou o parlamentar.

“Com a convocação, buscamos identificar os motivos dessa fragilidade na cobrança das multas por infração ambiental, até porque a proporção de prescrições aumentou no atual governo. É a destruição ambiental sendo premiada pelo órgão que tem o dever de punir qualquer dano ao meio ambiente”, emendou Lúdio.

O estudo analisou 1.012 processos administrativos que estavam na última instância na Sema entre janeiro de 2017 e agosto de 2021, e constatou que cerca de 40% dos processos foram extintos sem punição dos infratores e sem pagamento de multa porque não foram julgadas dentro do prazo. A análise identificou a quantidade de infrações por categoria, o tempo de julgamento dos autos, a quantidade de prescrições, o montante das multas aplicadas e as efetivamente pagas.

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS