REDES SOCIAIS

22°C

Rei do Porco ?desmente? Bolsonaro e diz que apoio a Mendes ainda não está consolidado

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O ‘Rei do Porco’, como é mais conhecido Reinaldo Morais (PL), não confirmou o apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), a possível candidatura do governador Mauro Mendes (UB) à reeleição ao Governo de Mato Grosso. Reinaldo, durante evento que esteve presente a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Cristiane Britto, em Cuiabá, nesta quinta-feira (05), ainda disse que “somente nas convenções os apoios devem ser definidos”.

Reinaldo citou que Bolsonaro conversou com o governador e vem tirando as “rusgas e aparando as arestas” e que acredita que este é o caminho.

“Semana passada o presidente oficializou o apoio à candidatura do senador Wellington e também conversou com governador Mauro Mendes, tirando as rusgas, aparando as arestas, mas isso não quer dizer que já foi consolidado a questão do apoio, está em conversação, mas eu acho que você já ir aparando as arestas, você tirando aquilo que impede é o encaminhamento, mas daqui até julho ainda tem muitas conversas para acontecer e só nas convenções que estarão definidas”, afirmou o ‘Rei do Porco’.

Morais, que se intitulou como ‘bolsonarista raiz’, colocou seu nome a disposição do partido para construir uma grande base de apoio à reeleição do presidente, onde deixou claro que “este é o nosso principal objetivo”.

O ‘Rei do Porco’ finalizou dando a certeza que a caminhada com Wellington “é certeza” e o candidato que o presidente escolher para disputar o Governo do Estado, o PL estará junto. “Sim vamos encaminhar com Wellington, o candidato do presidente [a governador] a gente vai estar caminhando juntos”.

Reinaldo Morais se filiou ao Partido Liberal (PL) no dia 14 de fevereiro, na sede do diretório regional da sigla, no bairro Jardim Cuiabá.

Com bom trânsito entre a ala conservadora do Estado e do país, o ‘Rei do Porco’ chegou ao partido, a convite de Jair Bolsonaro, do presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto e do presidente estadual, Wellington Fagundes, com missão, a princípio, de conciliar a direita em Mato Grosso, articular o apoio do agronegócio e coordenar o projeto de reeleição de Bolsonaro no Estado.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS