REDES SOCIAIS

21°C

Republicanos avalia caso Paccola na disputa à AL na próxima semana

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O Partido Republicanos vai discutir a situação do vereador Marcos Paccola, pré-candidato a deputado estadual na próxima semana ou assim que o presidente estadual do partido em Mato GRosso, Adilton Sachetti retornar a Cuiabá. 

Paccola vai responder por homicídio qualificado pela morte do agente socioeducativo Alexandre Myagawa, de 41 anos, que foi morto no dia 1º de julho, no bairro Quilombo, com três tiros pelas costas.

Ontem no início da tarde, antes de ser divulgado o resultado do inquérito, o presidente estadual do partido, Adilton Sachetti confirmou ao única News que Paccola continuava na lista de pré-candidatos da legenda e poderia disputar as eleições normalmente.

Já com o resultado do inquérito, hoje pela manhã, o presidente do Republicanos na Capital, vereador Eduardo Magalhães, evitou de se posicionar em nome do diretório municipal. Eduardo disse que vai seguir a orientação do estadual e que, com certeza, a situação de Paccola vai ser discutida internamente pela legenda.

Três tiros foram disparados por Paccola. O parlamentar sempre alegou legítima defesa dele mesmo e de terceiros e disse que só vai se pronunciar após ter acesso ao teor do inquérito. Paccola diz que Alexandre estava com a arma nas mãos e parecia que ia atirar na namorada Janaína Sá que estava ao seu lado no momento do crime.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), fez o indiciamento. O inquérito foi instaurado para apurar os fatos que levaram à morte do agente socioeducativo.

O procedimento foi protocolado, nesta quarta-feira (20).

Crime ediondo

Homicídio qualificado é o termo usado para crimes hediondos, de maior gravidade, porque ocorre por motivo fútil, associado a uso de tortura ou veneno, ou, ainda, em situações que dificultam ou tornam impossível a defesa da vítima.

As investigações iniciaram logo após os fatos, sendo a equipe da DHPP acionada para atender a ocorrência, encontrando a vítima caída no meio da rua, já sem vida, tendo como autor dos disparos um tenente-coronel da Polícia Militar.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS