REDES SOCIAIS

22°C

Rodrigo Garcia escolhe deputado Geninho Zuliani como vice na chapa de reeleição em SP; Edson Aparecido concorrerá ao Senado

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A campanha de reeleição do governador Rodrigo Garcia (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (4) que o deputado federal Geninho Zuliani (União Brasil) será o candidato a vice-governador na chapa tucana, que terá também o ex-secretário de saúde da capital Edson Aparecido (MDB), como candidato ao Senado.

Segundo a campanha, a escolha foi comunicada oficialmente pelo PSDB aos partidos que formam a coligação de Garcia: Podemos, Cidadania, Solidariedade, PROS, Avante, Patriota e PP, além do União Brasil e MDB.

A escolha acontece a um dia do prazo final do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o registro oficial das chapas. A indicação do vice e do candidato ao Senado estava sendo alvo de disputa entre os dois maiores partidos da coligação, o União Brasil e o MDB, que reivindicavam o direito de ocuparem as vagas, justamente por serem as maiores legendas do acerto político.

Ao comentar a decisão das duas indicações nas redes sociais, Garcia afirmou que o time estava “completo pra proteger São Paulo daqueles que estão aqui pra dividir”.

“Vamos somar, unir e tirar o melhor de cada paulista”, declarou o tucano.

Perfil de Geninho Zuliani

Geninho Zuliani nasceu em Ribeirão Pires e se mudou ainda na infância para Olímpia, também no interior de SP, onde fez carreira política como vereador e prefeito da cidade.

Ele é formado em Gestão Pública pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) e pós-graduado em Master em Liderança e Gestão pelo Centro de Lideranças Públicas(CLP).

A primeira eleição como vereador de Geninho ocorreu em 1996 e, após ser reeleito, se tornou presidente da Câmara. Tornou-se o mais jovem prefeito da cidade nas eleições de 2008 e reelegeu-se em 2012. Em 2018, ele concorreu para deputado federal e também foi eleito com quase 90 mil votos.

Edson Aparecido

Nascido em São Paulo em 1957, Edson Aparecido dos Santos iniciou sua trajetória política na década de 1970, ao participar dos movimentos estudantis e do Movimento Diretas Já. É formado em História pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Ele participou da coordenação da campanha de Mário Covas para presidente em 1989.

Atuou como coordenador da campanha de José Serra para o Senado em 1994 e foi assessor político do ministro das Comunicações Sérgio Motta, de 1995 a 1997. Teve dois mandatos como deputado estadual (1999 a 2006) e dois como deputado federal (2007 a 2014).

Edson foi secretário de Desenvolvimento Metropolitano em 2011 e, em seguida, secretário de Estado da Casa Civil, permanecendo até 2014 no cargo. Voltou para a Casa Civil em 2015 e deixou o cargo em 2017 para assumir a Cohab (Companhia Metropolitana de Habitação).

Desde 2018 foi secretário municipal de Saúde da cidade de São Paulo, comandando a pasta da saúde na capital durante o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

É a primeira vez que Aparecido concorre ao Senado pelo estado de São Paulo.

VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS