REDES SOCIAIS

29°C

Sindicato acusa gestão Mendes de atrasar pagamento de profissionais substitutos

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Queixas registradas pelo Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) apontam um “descaso desmedido” por parte do Governo Mauro Mendes com profissionais da Educação.

Em nota, o Sintep apontou atraso no pagamento dos contratados que atuam em caráter de substituição. Segundo o sindicato, isso é fruto “de dois problemas de má gestão do governo estadual”.

Um dos fatos elencados é atraso no agendamento da perícia do estado, já que nem todos os municípios possuem peritos. Somado a esse, surgiu um segundo problema nessa gestão: a morosidade na emissão da guia pericial.

O procedimento administrativo, até então, simples, conforme o Sintep, ficou mais burocrático depois que a Seduc resolveu que órgão central é quem deveria liberar esse documento, antes liberado pelas escolas.
A partir de então, o servidor de atestado torna-se refém, sendo obrigado aguardar a liberação da guia, que nos últimos dias tem demorado até 30 dias.

Conforme o Sintep, em determinadas situações, a demora tem sido tamanha que o servidor licenciado já retornou às suas atividades e o substituto sequer foi contratado.

Ao denunciar a situação, o sindicato dispara: “o descaso com os profissionais que estão de licenças e com os que são substitutos é considerado ‘desmedido’, devido às ações burocráticas que engessam o andamento de um processo que é direito certo: o do servidor de licença de ter descanso para sua recuperação e a do substituto em receber seus vencimentos em dia”.

Fonte: Gesp News

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS