REDES SOCIAIS

35°C

Stopa detona corte milionário feito por Emanuel na Secretaria de Obras e desabafa: ?Precisarei reinventar?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

STOPA.jpg

O vice-prefeito e secretário de obras de Cuiabá, José Roberto Stopa.

O vice-prefeito de Cuiabá, José Stopa (PV), revelou um certo chateamento com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), pelo corte feito pelo gestor municipal na pasta que administra, a Secretaria de Obras Públicas da Capital.  

Após ser divulgado na Lei Orçamentária Anual (LOA) deste ano que sua pasta recebeu apenas R$ 259 milhões para executar obras, cerca de R$ 215 milhões a menos que no ano passado, o braço-direito de Emanuel disse não ter concordado com o valor estabelecido e revelou ter que “se reinventar” para entregar obras e tapa-buraco.

“Quem define orçamento é o prefeito, embora eu não concorde, é o prefeito quem define. Mas, precisaremos resolver os buracos com o que temos. Iremos honrar o pagamento, é uma realidade difícil, mas também precisaremos ser criativo para sobreviver, trabalhar e entregar com o que temos. Gastar bem o dinheiro, otimizar e economizar”, disse Stopa ao Veja Bem MT.

Stopa pontua que o montante “retirado” fará falta, mas revelou que para este último ano da Gestão Pinheiro, não deverão ocorrer grandes lançamentos. 

“Claro que fará falta, mas no último ano da atual gestão iremos entregar obras e não lança-las. O objetivo é, acabar com os buracos, entregar o contorno leste e obras menores. Teremos que entregar uma cidade limpa, sem buracos e iluminada. Óbvio que R$ 300 milhões farão falta”, finaliza o vice-prefeito.  

ORÇAMENTO DE 2023

No ano passado, a pasta comandada por Stopa recebeu do Orçamento Anual de R$ 474 milhões para executar as demandas. Ainda no mesmo ano, o vice-prefeito havia reclamado do valor dizendo ser insuficiente até mesmo para tapar buracos.  

LOA DE 2024

A Câmara Municipal de Cuiabá aprovou a Lei Orçamentária Anual (LOA) durante a sessão extraordinária na última segunda-feira (22), para o exercício do ano de 2024. O orçamento previsto para este ano é de R$ 4,4 bilhões. A LOA é um planejamento utilizado pelas autoridades para gerenciar as receitas e despesas públicas em cada exercício financeiro. Portanto, o orçamento autoriza previamente o ente da Federação a realizar receitas e despesas durante um período determinado.  

A receita total estimada da Prefeitura de Cuiabá para esse ano é de R$ 4.324.838.453 (quatro bilhões, trezentos e vinte e quatro milhões, oitocentos e trinta e oito mil, quatrocentos e cinquenta e três reais).    

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS