REDES SOCIAIS

23°C

Tigresa lamenta imbróglio de pré-candidatura no PT: “Desgaste desnecessário”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

Após não conseguir lançar o seu nome à deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT), a atriz pornô Ester Caroline Pessatto, popularmente conhecida como Tigresa Vip, criticou o presidente da sigla em Mato Grosso, o deputado estadual Valdir Barranco, afirmando que o imbróglio sobre a sua filiação é um “desgaste desnecessário”.

No começo desse mês, o PT apresentou a sua defesa nos autos que garantiram à Tigresa o direito de se filiar na sigla. O partido manteve o posicionamento pela suspensão. 

“Eu precisei entrar com uma nova ação na justiça para poder lançar o meu nome para a Assembleia Legislativa. Eu fico muito triste de falar isso, mas eu vou ter que falar. O excelentíssimo deputado estadual Valdir Barranco, ele se acha o dono do partido aqui no estado de Mato Grosso. Eu quero falar que o senhor não é o dono do partido, não é o senhor quem manda”, afirmou, em vídeo publicado nas suas redes sociais no último sábado (11).

Ester pontuou que não acredita que o posicionamento de Barranco seja devido ao medo de perder votos no interior do Estado, mas destacou que o parlamentar está desonrando a sigla.

“Eu queria saber o motivo certo do porquê o senhor não quer aceitar a minha pré-candidatura de uma mulher negra, descendente de indígenas, pobre, ribeirinha. A pré-candidatura, beleza, mas depois quem vai decidir se eu vou ser candidata e eleita aí é o povo. Se o senhor tiver com medo de concorrer comigo, fazer o que? Mas bora, eu estou aqui, não tenho medo de perder para o senhor”, disse.

A suspensão da filiação ocorreu por meio de votação da Comissão Executiva do PT, por nove votos favoráveis, um contrário e duas abstenções. A votação ocorreu em um grupo de WhatsApp, devido ao prazo legal para submissão da lista dos filiados à Justiça Eleitoral, para as pré-candidaturas.

Ester ficou de fora da lista de pré-candidatos à Assembleia Legislativa devido ao prazo interno do partido, que encerrou quando a sua filiação ainda estava suspensa.

Tigresa afirma que não foi ouvida sobre a decisão da suspensão, entretanto, a sigla negou ausência à ampla defesa. A decisão que restabeleceu a filiação da atriz pornô foi concedida em sede liminar. O mérito do caso ainda será analisado pelo TRE-MT.

Veja a publicação da atriz pornô:

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS