REDES SOCIAIS

17°C

Vereador apresenta projeto para criar ?Disque Árvore? em Cuiabá

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O vereador de Cuiabá Dilemário Alencar (Podemos) apresentou nesta terça-feira (27), durante sessão ordinária na Câmara Municipal, um projeto de lei intitulado “Disque Árvore”, que dispõe sobre a criação de um canal de comunicação na Prefeitura de Cuiabá para atender todo munícipe que deseja realizar o plantio de espécies arbóreas nas calçadas de suas residências.

Conforme o parlamentar, a ideia já é realidade em diversas cidades e tentará emplacar na Capital, até para reduzir a onda de calor que atinge Mato Grosso.

“A ideia é que exista um número 0800 disponível para a população solicitar o plantio de mudas de árvores. A linha telefônica será denominada de “Disque Árvore”. É uma ideia que já existe em várias cidades, e eu vou defender que exista também em Cuiabá”, explicou o vereador Dilemário.

Pelo projeto, o morador que solicitar muda de árvores para plantar em sua calçada, a prefeitura fornecerá de forma gratuita e enviará um técnico à casa do munícipe, para analisar a área e plantar a árvore de forma adequada. Após o plantio, a prefeitura fará a colocação de cerca ou grade de proteção. O morador assinará um termo de responsabilidade sobre os cuidados básicos para a manutenção da árvore, conforme orientação dos técnicos.

“Entendo que essa medida irá refletir na qualidade de vida da nossa cidade, pois vai garantir um aumento significativo de novas árvores, onde com certeza ajudará a amenizar o grande calor que tem aumentado a cada ano”, concluiu o vereador.

Atualmente pela Prefeitura de Cuiabá, a responsabilidade do plantio fica com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável (SMADES). A iniciativa tem respaldo no estudo de viabilidade e conta com a observação via satélite, onde as imagens demonstram adensamento populacional e escassez de arborização.

Depois de verificada a situação, equipes vão in loco conferir se há poucas árvores. Após constatado, o trabalho segue e, no caso das ruas, o contato com os moradores se dá de porta em porta para que autorizem o plantio na calçada.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS