REDES SOCIAIS

33°C

Vereador confirma apoio a CPI da Águas Cuiabá, mas ?sem politicagem?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O vereador Robertinho Fernandes (PV), afirmou que é a favor da CPI da Águas Cuiabá na Câmara Municipal, mas “sem politicagem”, já que a Comissão serve também para a empresa se reorganizar e cumprir com suas atividades da melhor forma possível.

O vereador ainda disse ao , nesta sexta-feira (29), durante inauguração da ETE Ribeirão do Lipa, que pontos específicos como buracos devem ser priorizados.

“Eu sou a favor da CPI, mas sem politicagem, porque quando você começa a inventar factoides em cima de uma atividade que não existe é ruim. Nós precisamos melhorar o atendimento sim, a questão do buraco, de ampliação, verificação de pontos específicos e não fazer politicagem em cima de uma CPI. A Comissão é para ajudar o poder, neste caso a empresa mesmo, a se reorganizar e fazer uma atividade melhor”, afirmou o parlamentar.

A CPI das Águas Cuiabá foi criada no dia 28 de março, composta pelos vereadores Marcrean Santos (PP) e Chico 2000 (PL) nos cargos de relatoria e o cargo de membro da CPI, respectivamente. Os parlamentares são da base do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e o presidente da Comissão, Diego Guimarães (Republicanos), é da oposição.

A Comissão já está na fase das oitivas e no dia 18 de abril ouviu o diretor-geral da concessionária, William Figueiredo, e na última segunda-feira (25) foi a vez do presidente da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), Alexandre de Oliveira.

Em ambos depoimentos o presidente da CPI, o parlamentar Diego, citou falta de documentos e pontuou que muitos questionamentos não foram respondidos, como do presidente da Arsec.

“Ele não soube dizer quanto de multas foram aplicadas na empresa, não soube dizer sobre o plano de ação, não soube dizer a quantidade de esgoto in natura que vai para os rios e córregos. Caso não seja respondido por escrito, eles podem ser reconvocados novamente”, disse o parlamentar.

Mas Alexandre afirmou ao que mesmo sendo notificado a prestar esclarecimento na véspera do feriado, na quarta-feira (20) e tendo pouco tempo, pelo volume de documentos, prestou todos os esclarecimentos que foi questionado durante o depoimento da CPI da Águas, na Câmara de Cuiabá.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS