REDES SOCIAIS

28°C

Após apoio do PSD, Lúdio diz estar animado e exalta Fávaro: ?Mais importante liderança de MT?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

LÚDIO (1).jpg

Encontro reuniu lideranças do PT e de partidos aliados.

O pré-candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), deputado estadual Lúdio Cabral, afirmou que a chegada do Partido Social Democrático (PSD), regido por Carlos Fávaro em Mato Grosso, no arco de alianças petistas, visando o apoio para a disputa pela Prefeitura de Cuiabá, traz ânimo e novidade para sua campanha como prefeito. O pré-candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), deputado estadual Lúdio Cabral, afirmou que a chegada do Partido Social Democrático (PSD), regido por Carlos Fávaro em Mato Grosso, no arco de alianças petistas, visando o apoio para a disputa pela Prefeitura de Cuiabá, traz ânimo e novidade para sua campanha como prefeito. 

O parlamentar afirmou que Fávaro é a liderança estadual mais importante e com acesso direto ao Governo Federal. O que possibilitará o planejamento útil para fortalecer o projeto de propostas para Cuiabá a partir de 2025.

“Muito feliz e animado com essa boa novidade positiva, que aponta para que a Federação Brasil da Esperança conte com o apoio do PSD, do ministro Carlos Fávaro que tem a mais importante liderança política de Mato Grosso no Governo Federal, muito próximo do Lula e o diálogo entre os dois aponta um fortalecimento de um arco de alianças forte para a disputa da Prefeitura de Cuiabá. Um dia de cada vez, cada dia um passo novo, prosseguiremos com humildade em diálogo com a federação para fortalecer esse projeto de melhorar a vida de quem mora em Cuiabá”, disse o deputado petista. 

Ainda que internamente o PT Cuiabá afirme que Lúdio Cabral seja o candidato da sigla para a disputa de outubro, o presidente estadual do partido, Valdir Barranco ressaltou que a definição caberá ao partido nacional, e que outro nome pode ser lançado, se referindo a ex-deputada federal Rosa Neide. 

A vinda do PSD para o arco de alianças petistas foi anunciado na manhã de terça-feira (9), quando o Jornal A Gazeta publicou com exclusividade um pedido feito pelo presidente Lula (PT) ao ministro Fávaro para que o partido apoiasse um dos nomes da esquerda e recuasse a candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (União Brasil). 

Fávaro havia dito que o PSD não tinha candidato e há certo tempo “namorava” Botelho, que aguardava liberação do União Brasil. “O PSD não tem candidato. Faz um ano que a gente fez o convite a Botelho. De fato o partido estava sem candidato, então não tem como negar um pedido do presidente”, revelou o ministro. 

O ministro ainda fez elogios ao deputado estadual dizendo que o mesmo era um grande nome para a prefeitura municipal, e que se eleito faria uma excelente gestão. Internamente comenta-se que Fávaro confirmou o apoio ao PT, que está incluido a Federação Brasil da Esperança junto ao Partido Verde e o PCdoB.

 

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS