REDES SOCIAIS

19°C

Bolsa Famíia: governo estuda valor extra para famílias mais numerosas

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O relançamento do programa Bolsa Família vai trazer novidades para as famílias beneficiárias mais numerosas.

Além dos R$ 150 adicionais por crianças até seis anos, o Ministério do Desenvolvimento Social programa ainda um valor extra levando em conta o número de pessoas de cada família.

Ou seja, famílias mais numerosas teriam direito a um adicional maior.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, é preciso ter uma atenção maior para as famílias que têm mais filhos e sair do modelo do governo Bolsonaro, em que família de uma só pessoa recebia o mesmo, R$ 600, que uma com cinco ou seis filhos.

Por sinal, o governo Lula detectou um aumento fora do padrão de famílias unipessoais, um indício de irregularidade cometida na administração anterior com fins eleitorais.

O programa Bolsa Família voltará com a cobrança de condicionalidades, para garantir, segundo o ministro Wellington Dias, que não se perpetue a situação de pobreza destas famílias.

O objetivo, segundo o ministro, é voltar com o caráter estruturante do programa Bolsa Família, que não só busca atender à necessidade imediata das famílias mas também garantir uma evolução social dos seus filhos.

É isso, diz o ministro, que vai garantir que, no futuro, a pobreza de fato diminua no país, com crianças antes condenadas à situação de exclusão social passarem a integrar o mercado de trabalho em condições mais vantajosas do que seus pais.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS