REDES SOCIAIS

16°C

Botelho apresenta PL que intitula Chapada dos Guimarães como “Capital das Cachoeiras”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Com 487 cachoeiras espalhadas por toda a cidade, o município de Chapada dos Guimarães (66 km de Cuiabá) poderá ter em breve o título de Capital Mato-grossense das Cachoeiras. A proposta está no projeto de lei 1837/23, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União Brasil), que foi encaminhado a Comissão de Indústria, Comércio e Turismo e aguarda parecer.

Ao apresentar o PL, o deputado justificativa de que em razão dos inúmeros atrativos turísticos do município: como paredões rochosos, sítios arqueológicos e paleontológicos, nascentes, quilômetros quadrados do parque nacional, reservas estaduais, parques municipais e 487 cachoeiras é mais do que merecido o título.

 “Com tantas belezas naturais, forte potencial turístico, além de muito acolhedora, é mais que merecido e oportuno esse título para Chapada dos Guimarães. Uma forma de valorizarmos ainda mais esse extraordinário município. Por isso, conto com o apoio dos deputados para a aprovação do projeto”, afirma Botelho, ao acrescentar que o título fomentará a economia local intensificando o turismo.

CARTÃO POSTAL – O Parque Nacional de Chapada dos Guimarães tem o maior cartão postal da região, a Cachoeira Véu de Noiva, conhecida internacionalmente pela sua beleza única, com queda d’água de 86 metros, situada no meio de um enorme canyon, repleto de vegetação, numa vista panorâmica que atrai milhares de turistas o ano inteiro.

O local também dispõe da exuberante Cachoeirinha, com 15 metros de queda d’água; as cachoeiras: Dos Namorados; Sete de Setembro; Do Pulo; Dos Malucos e Das Andorinhas. Além das cachoeiras do Degrau, Prainha e Piscina Natural.

Caso receba parecer técnico favorável pela Comissão, o PL seguirá para apreciação ao Plenário das Deliberações para a primeira votação.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS