REDES SOCIAIS

28°C

Candidato à reeleição, Bolsonaro participa de cerimônia militar na região sul do Rio

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Candidato à reeleição, o presidente Jair Bolsonaro (PL) participou na manhã deste sábado de uma cerimônia da Academia das Agulhas Negras (Aman), na cidade de Resende, região sul do Rio de Janeiro.

Capitão reformado do Exército, Bolsonaro começou a carreira militar na instituição e costuma frequentar a Aman em formaturas militares.

No ato deste sábado, 395 cadetes receberam os Espadins. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, acompanhou o presidente no ato, assim como os ex-ministros Eduardo Pazuello (Saúde) e Walter Souza Braga Netto (Defesa), candidato a vice na chapa de Bolsonaro.

Bolsonaro não discursou na cerimônia, somente as autoridades do próprio Exército. Antes do evento, tirou foto com apoiadores que o aguardavam no local. Após o evento, o presidente se dirigiu para um almoço.

Bolsonaro chegou à cidade de Resende nesta sexta. Passou em um trailer para comer cachorro-quente no mesmo local onde costumava comer quando estudava na Aman.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Pesquisas

Pesquisa Datafolha divulgada nesta semana mostrou Bolsonaro em segundo lugar, com 32% das intenções de voto, atrás do ex-presidente Lula (PT), que aparece com 47%.

O colunista do g1 Valdo Cruz informou que, diante do resultado, aliados avaliaram que o crescimento do presidente está “lento” e que Bolsonaro pode perder já no primeiro turno.

Para evitar uma eventual derrota no primeiro turno, informou o Blog do Valdo Cruz, a equipe de Bolsonaro decidiu focar a campanha em duas frentes: dizer que a economia está em recuperação e buscar os votos do eleitorado evangélico, na chamada “guerra santa”.

Base de apoio

Bolsonaro vê os militares com parte de sua base de apoio político. O candidato a vice-presidente na chapa é o general da reserva Walter Souza Braga Netto, ex-ministro da Defesa e ex-ministro da Casa Civil.

O atual vice-presidente é o general Hamilton Mourão, que não concorrerá na chapa de Bolsonaro. Mourão disputará uma vaga no Senado pelo Rio Grande do Sul.

No governo Bolsonaro, foram escolhidos ministros diversos militares, da ativa e da reserva, entre os quais os generais Luiz Eduardo Ramos, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, Eduardo Pazuello, Fernando Azevedo e Silva e Augusto Heleno; o almirante Bento Albuquerque.

Podcast

Ouça o episódio do podcast O Assunto sobre “A exploração eleitoral da fé”:

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS