REDES SOCIAIS

34°C

Concessionária de Porto Alegre deve manter contato ‘permanente’ com passageiros sobre voos na Base de Canoas, determina Anac

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) listou nesta segunda-feira (20) as regras a serem cumpridas pela Fraport, concessionária do aeroporto de Porto Alegre, para atendimento aos usuários na Base Aérea de Canoas (RS) ? escolhida como alternativa ao Salgado Filho, que está fechado e não tem data para reabrir.

Uma das prioridades nas regras publicadas em edição extra do “Diário Oficial da União” é o contato “permanente” com os passageiros, já que se trata de uma operação em cenário de calamidade e, a depender de condições meteorológicas, voos podem mudar de horário e há uma série de restrições para manter a segurança das pessoas.

A Anac afirmou que a a Fraport, responsável pela operação , deverá :

  • manter canal de divulgação de informações aos usuários e ao público em geral acerca das condições de prestação dos serviços, especialmente quanto às limitações da infraestrutura
  • divulgar as tarifas vigentes aos usuários, às empresas aéreas e ao público em geral
  • manter um procedimento de atendimento virtual ao usuário acerca do serviço operacional prestado, considerando as restrições da operação em contingência
  • observar a legislação e regulamentação técnica aplicáveis às operações de tráfego aéreo, em especial aquelas emanadas pelo Comando da Aeronáutica

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Segundo a Anac, voos podem ser remanejados ou até cancelados a depender das condições meteorológicas. Tudo em nome da segurança do passageiro num local onde há um desastre climático.

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, anunciou nesta segunda-feira (20) que as companhias aéreas poderão começar a vender, nesta terça (21), passagens para voos com destino à Base Aérea de Canoas, no Rio Grande do Sul.

Segundo o ministro, os voos começam na quarta-feira (22). Serão 35 voos por semana, com uma expectativa de 6 mil passageiros. Ainda segundo o Ministério de Portos e Aeroportos, ao todo, serão 134 voos semanais para o Rio Grande do Sul nesta etapa do plano emergencial.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS