REDES SOCIAIS

28°C

Criança de 11 anos é espancada pela mãe e resgatada por vizinhos em Vitória de Santo Antão

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O caso aconteceu nesta sexta-feira (26) e denunciado ao Conselho Tutelar

Uma menina de 11 anos de idade foi espancada pela mãe nesta sexta-feira (26)  no Loteamento Real, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata. O caso foi denunciado e registrado por vizinhos, que acionaram autoridades como a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) e o Conselho Tutelar. A mãe da criança não teve a identidade revelada e acabou detida pelos policiais.
Vídeos enviados para o Diario de Pernambuco mostram o momento em que a vítima é retirada de casa pelos vizinhos. A menina aparece ferida e com dificuldade para andar enquanto é levada para dentro de um carro, que segue para o Hospital João Murilo de Oliveira. Neste momento, a mãe tenta interferir e discute com os vizinhos.
Logo em seguida, policiais militares do 21ºBPM chegam no hospital. Por meio de nota, a PM informou que o efetivo soube do caso através de um dos vizinhos da vítima. 
“Ao chegar na unidade hospitalar, o efetivo visualizou que a mãe se negava a deixar a criança desembarcar do veículo, momento em que ela foi contida, presa e conduzida para a DEPOL de Vitória de Santo Antão a fim de ser inquirida pela autoridade policial que ficará responsável pelas investigações”, diz a nota.
Um dos vídeos enviados ao Diario mostra o momento em que uma policial dá um tapa no rosto da mãe da criança. Sobre isso, a PM informou que “o comandante do Batalhão abriu uma investigação para apurar as circunstâncias da abordagem policial e tomar as providências necessárias”.

Em outro registro, a menina aparece com manchas roxas nos braços, pernas e no rosto e relata que está com a perna “dormente” enquanto os vizinhos comentam que precisam levá-la para uma unidade hospitalar.
Funcionários do Hospital João Murilo de Oliveira acionaram o Conselho Tutelar, que também recebeu fotos e vídeos do ocorrido.
“O papel do conselho tutelar é de colocar a criança em local salvo e seguro e zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, haja vista que tudo que ocorre com crianças e adolescentes fica sob segredo de justiça. Enquanto a guarda da criança compete ao juiz”, destacou a conselheira tutelar Alzenir Vasconcelos.
Violência com crianças é alarmante
Dados do Ministério da Saúde revelam que a cada hora, 11 crianças e adolescentes são agredidos no Brasil. Ao todo, mais de 1 milhão de crianças e adolescentes sofreram agressões em uma década no país.
Os números são do período entre 2011 e 2021, os mais recentes sobre esse tipo de violência. O relatório destaca que “na maioria das vezes, as agressões ocorrem em casa, e os agressores são pessoas próximas, em quem crianças e adolescentes confiam”.

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS