REDES SOCIAIS

34°C

Dino mantém decisão do CNJ que afastou dois desembargadores do TRF-4

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O ministro Flávio Dino, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta segunda-feira (20) manter a decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que afastou os desembargadores Carlos Eduardo Thompson Flores e Loraci Flores de Lima do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Na decisão, Dino diz que os afastamentos devem ser mantidos, pelo menos, até o CNJ decidir sobre a abertura ou não de um processo administrativo disciplinar contra os desembargadores.

Os magistrados foram afastados por ordem do corregedor nacional de Justiça, ministro Luis Felipe Salomão, em 15 de abril.

Além de Thompson Flores e Loraci Flores de Lima, a decisão de Salomão também determinou o afastamento dos juízes Gabriela Hardt e Danilo Pereira, que atuaram na operação Lava Jato.

No dia seguinte, no entanto, os conselheiros do CNJ derrubaram a decisão quanto aos juízes de primeira instância, e mantiveram apenas o afastamento dos desembargadores (relembre no vídeo abaixo).

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Segundo o ministro Luis Felipe Salomão, os magistrados cometeram irregularidades na condução de processos e violações de deveres funcionais. Ele cita o desrespeito a decisões do Supremo Tribunal Federal em relação à Lava Jato.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS