REDES SOCIAIS

17°C

Flamengo bate Nova Iguaçu com tranquilidade e abre vantagem na decisão do Carioca

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Nova Iguaçu e Flamengo começaram a decidir o Campeonato Carioca neste sábado, no Maracanã, e o rubro-negro se deu melhor: vitória por 3 a 0, dando um importante passo para o título e confirmando o favoritismo. Pedro foi o nome do jogo e marcou dois, se isolando na artilharia da competição, com 11 gols – o outro foi contra, do volante Ronald.

O Nova Iguaçu, sensação do campeonato com a segunda melhor campanha, à frente dos outros três grandes (Botafogo, Fluminense e Vasco), foi o único a conseguir fazer gol no Flamengo na fase de grupos, mas não repetiu o feito no primeiro jogo da final. O segundo jogo está marcado para o próximo domingo, dia 7 de abril, também no Maracanã, às 17h. Para ficar com o título, o time da Gávea pode perder até por dois gols de diferença.

No primeiro tempo, o Flamengo começou tendo mais a bola e maior presença no campo de ataque, criando oportunidades, mas falhando na definição das jogadas. O Nova Iguaçu, por sua vez, saía em velocidade, mas não achava espaços perto da área do adversário, e o jogo ficou morno.

Aos 19 minutos, Ayrton Lucas foi derrubado dentro da área e o árbitro Alex Gomes Stefano não teve dúvidas para marcar. Pedro foi para a cobrança e guardou com tranquilidade. Depois disso, o Nova Iguaçu até esboçou uma reação, mas sentiu o gol e não ameaçou a meta do goleiro Rossi.

Enquanto isso, o Flamengo dominava e só não ampliou porque o goleiro Fabrício e a zaga bloquearam as finalizações. No final do primeiro tempo, Pedro chegou a marcar de cabeça, mas o VAR identificou impedimento milimétrico e a jogada foi anulada.

Já na segunda etapa, o Flamengo voltou com a mesma vontade e logo aos 7 minutos, Luiz Araújo fez ótimo lançamento para Cebolinha na esquerda, que ajeitou e cruzou rasteiro na medida para Pedro, sem goleiro, empurrar para o fundo da rede e aumentar para 2 a 0.

O Nova Iguaçu tentou com todas as forças se jogar para o ataque e conseguiu incomodar o goleiro Rossi, com Yagi e Alegria. Mas, aos 31 minutos, Pedro tentou um chapéu dentro da área e o volante Ronald foi mais rápido e conseguiu cortar, mas encobriu o goleiro Fabricio, marcando contra: 3 a 0.

Agora, dia 7 de abril, o Flamengo pode perder por até dois gols que ainda será campeão. O Nova Iguaçu precisa vencer por quatro gols para ser campeão. Se ganhar por três gols de diferença, leva a definição do título para os pênaltis.

Antes disso, o Flamengo estreia na Copa Libertadores na terça-feira, em Bogotá, contra o Millonarios, da Colômbia, pela fase de grupos da competição.

FICHA TÉCNICA:

NOVA IGUAÇU 0 X 3 FLAMENGO

NOVA IGUAÇU – Fabrício Santana; Yan Silva (Matheus Matias), Gabriel Pinheiro, Sérgio Raphael (Ronald) e Maicon Esquerdinha (Sidney); Igor Fraga (Fernandinho), Albert, Yago Ferreira e Bill; Xandinho (Maxsuell Alegria) e Carlinhos. Técnico: Carlos Vitor.

FLAMENGO – Rossi; Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Erick Pulgar (Igor Jesus), De la Cruz (Allan) e Arrascaeta (Matheus Gonçalves); Luiz Araújo (Victor Hugo), Pedro e Everton Cebolinha (Bruno Henrique). Técnico: Tite.

GOLS – Pedro (pênalti), aos 19 minutos do primeiro tempo. Pedro, aos 7, e Ronald (contra), aos 31 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Erick Pulgar e Varela (Flamengo); Albert e Igor Fraga (Nova Iguaçu).

ÁRBITRO – Alex Gomes Stefano (RJ).

RENDA – R$ 3.820.740,00.

PÚBLICO – 43.778 torcedores.

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS