REDES SOCIAIS

20°C

Governo anuncia ferramenta para saída voluntária do Cadastro Único; veja passo a passo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O governo federal anunciou a criação de uma ferramenta digital que permite a saída voluntária de pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), programa do governo que permite o acesso de famílias em situação de vulnerabilidade social a ações como Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada.

O mecanismo está disponível para usuários desde a última quarta-feira (15).

Segundo o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, o objetivo dessa ferramenta é garantir a saída “de quem foi induzido a se inscrever de forma incorreta”. E vale somente para os chamados “cadastros unipessoais”, isto é, feito por pessoas que disseram morar sozinhas, mas, na verdade, moram com suas famílias.

O lançamento da ferramenta, ainda de acordo com o ministério, atende ao acordo assinado no início desta semana com a Defensoria Pública da União, que vinha fazendo uma série de recomendações ao governo para ajustar a concessão de programas sociais.

No último dia 9, o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, afirmou haver indícios de que 2,5 milhões de famílias recebem o Bolsa Família indevidamente.

Na ocasião, Dias também afirmou ser objeto de investigação a suposta inclusão indevida de famílias no programa em troca de voto.

Perguntas

Veja nesta reportagem respostas para as seguintes perguntas:


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Respostas

Como faço para deixar o Cadastro Único de forma voluntária?

Segundo o governo federal, é preciso:

  1. baixar o aplicativo do Cadastro Único no telefone ou acessar o site pelo computador;
  2. fazer login no aplicativo/site (usando CPF e senha);
  3. no canto superior esquerdo da tela, clicar na seta para a esquerda;
  4. no novo menu, clicar na opção em vermelho “cancele o seu cadastro”;
  5. clicar na opção em azul “cancele o seu cadastro”;
  6. selecionar o quadrado em branco “confirmo que desejo cancelar o Cadastro Único”;
  7. clicar na opção “confirmar”.

Posso acessar a ferramenta a qualquer momento?

Não. O acesso só pode ser feito em dias úteis, das 7h às 21h.

Qual a orientação para pessoas sem acesso à internet?

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, quem não tiver celular ou computador para a acessar a internet precisa procurar a gestão municipal do Cadastro Único.

Eu não sei se me cadastrei de forma incorreta. O governo vai verificar?

Sim. O governo disse ter firmado um acordo com estados e municípios para averiguar quem está incluído no Cadastro Único de maneira indevida.

A verificação vai até quando?

Segundo o ministério, essa averiguação começa em março deste ano e vai até dezembro.

O governo vai entrar em contato comigo se eu me inscrevi de maneira indevida?

De acordo com o ministério, sim. As pessoas serão avisadas por mensagens no extrato do benefício e por SMS.

Haverá algum tipo de punição?

O ministério não informou. Em nota, disse somente: “A partir da exclusão, essas pessoas poderão, sem pressa, buscar os locais de atendimento nas cidades e realizar o cadastramento correto em suas famílias.”

Há algum benefício que não permite a saída voluntária?

Sim. Segundo o governo, não podem efetuar a saída voluntária os beneficiários do BPC ou as pessoas em situação de rua.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS