REDES SOCIAIS

17°C

Júlio diz que pesquisa mostra ?obrigatoriedade? do União Brasil lançar Botelho para Cuiabá

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O deputado estadual Júlio Campos (União Brasil), voltou a endossar o nome do colega de parlamento e partido, presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, para a disputa da Prefeitura de Cuiabá nas eleições do ano que vem. Conforme o “cacique”, a última pesquisa do Gazeta Dados, publicada nesta semana, que mostrou Botelho na liderança, é um “guia” para que o partido não hesite em perder o parlamentar e lance o secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia (União Brasil).

Júlio afirma que depois do levantamento não tem porquê a sigla escolher menosprezar a vontade da população e que ele e outros correligionários simpatizantes com Botelho estavam certos em defender a candidatura.

“A pesquisa retrata o momento real da sociedade cuiabana. Um grande segmento apoia o deputado Botelho e foi constatado na pesquisa. É claro que está cedo, estamos em 2023, até outubro do ano que vem pode mudar. Essa pesquisa demonstra ao União Brasil que nós [apoiadores de Botelho] temos razão de não querer perder o nome de Botelho como pré-candidato, não tem sentido rejeitar alguém que tem 21% dos votos”, explica Júlio.

O parlamentar ainda ressaltou que enquanto existir chance, ele e seu grupo dentro do partido se esforçarão para convencer o governador Mauro Mendes (União Brasil), presidente da sigla, em querer legitimar e fidelizar a campanha de Botelho, escanteando Garcia. Caso contrário, Botelho será liberado para buscar nova casa.

“Enquanto houver chances, iremos lutar. Se não existir, nós sabemos que ele será liberado para disputar a Prefeitura de Cuiabá pelo PSD ou qualquer outro partido que lhe convidar”, finaliza.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS