REDES SOCIAIS

30°C

Lourena Cid não fará delação, e colaboração de Mauro Cid não está em risco: ‘Confirmada por Generais’, diz defesa

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O general Mauro Lourena Cid, pai do tenente-coronel Mauro Cid, prestou depoimento nesta quinta-feira (26) na sede da Polícia Federal, em Brasília. O advogado do militar, Cezar Bittencourt – advogado do general e do filho – disse que o depoimento ocorreu ?sem surpresas?.

Ele negou que o general vá fazer acordo semelhante ao do filho. “O general não fará nenhuma colaboração premiada”, disse a defesa ao blog

Segundo o advogado, Lourena Cid disse à PF que não escondeu joias de Bolsonaro e ?apenas procurou avaliar dois conjuntos que recebeu de suas viagens no exterior?. Em Miami, o militar soube dos avaliadores- ainda segundo a defesa- que os presentes não tinham valor algum e eram de latão.

Sobre o dinheiro levado ao exterior, Lourena Cid informou que tinha em torno de US$ 68 mil para fazer algumas compras. O depoimento durou mais de 2 horas e foi transcrito em três folhas, segundo o advogado.

Delação de Mauro Cid

Bittencourt, que também é advogado de Mauro Cid, o ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro Mauro Cid, comentou sobre o último depoimento de seu cliente após o vazamento de áudios do tenente-coronel criticando PF e STF. ?É um erro afirmar que a delação de Cid estaria em perigo. Os generais ouvidos confirmaram a sua versão?, disse.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS