REDES SOCIAIS

28°C

Lúdio afirma que racha no União Brasil pode fortalecer candidatura da esquerda em Cuiabá

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT), analisou tecnicamente o grande embate vivido pelo União Brasil em torno da definição da candidatura a Prefeitura de Cuiabá, e revelou que o racha entre o deputado federal Fábio Garcia e Eduardo Botelho pode vir favorecê-lo em razão da divisão de votos. Para Lúdio, a disputa interna pode levar o partido enfraquecer a disputa da direita e ele como Centro-Esquerda fortalece podendo chegar ao segundo turno. 
Em entrevista ao Agora na Capital, no início da semana, Lúdio afirmou que defende que em Cuiabá sejam lançadas o maior número de candidaturas possíveis até para que o eleitor possa se sentir mais bem representado, contudo, apontou que alguns grupos irão para a disputa “rachados” e terá saldo positivo aquele que melhor caminhar em conjunto. 

“Eu acredito que a população tem o direito de ter o maior número de opções para escolher na hora do voto. Então, não vejo problemas em ter mais opções. Para nós que estamos no Centro-Esquerda, pela divisão de votos, raciocinando pelo ponto de vista estratégico, mostra que teremos candidaturas de extrema-direita, divida, e a esquerda, se mantermos juntos, fortaleceria um eventual segundo turno. A saída de Botelho divide o grupo do governador, o União Brasil se divide e fortalece o campo progressista”, explica Lúdio.

Mesmo criticando o racha “alheio”, Lúdio também enfrenta uma disputa interna, já que o PT faz parte da Federação Brasil da Esperança (PT, PCdoB e PV), e antes de se lançar a Prefeitura de Cuiabá precisará entrar em consenso e disputar a preferência das três siglas. E pela agremiação, Lúdio disputa com Rosa Neide (PT) e José Stopa (PV).

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS