REDES SOCIAIS

25°C

Número de ministérios será ‘muito próximo’ dos 31 grupos técnicos da transição, diz Alckmin

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O vice-presidente eleito e coordenador-geral da transição de governo, Geraldo Alckmin (PSB), disse nesta quarta-feira (16) que o número de ministérios do governo será “muito próximo” do número de grupos técnicos criados na transição.

Foram anunciados por Alckmin a criação de 31 grupos técnicos na transição do governo Bolsonaro para o governo Lula. Eles estarão subordinados ao ex-ministro Aloizio Mercadante, que coordenará o trabalho dos colegiados. Mercadante se reporta diretamente ao vice-presidente eleito.

“Não é obrigatório cada grupo de técnico ter um ministério correspondente, mas eles são muito próximos. Não é exatamente igual, mas são próximos, são as áreas de maior preocupação e maior empenho em políticas públicas”, disse o vice.

Alckmin deu a declaração durante entrevista coletiva após receber o presidente em exercício do Tribunal de Contas da União, ministro Bruno Dantas, no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília. O local sedia os trabalhos da transição.


window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Relatório do TCU

O presidente em exercício do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Bruno Dantas, entregou nesta quarta-feira (16) ao vice-presidente eleito e coordenador do governo de transição, Geraldo Alckmin (PSB), uma série de documentos com diagnósticos sobre a máquina pública.

A equipe de transição utilizará os dados reunidos pelo TCU como uma das fontes para embasar relatórios sobre cada área da administração federal. A previsão é que relatório final da transição fique pronto em 10 de dezembro.

Foram, ao todo, quatro grandes relatórios:

  • “Lista de Alto Risco da Administração Pública”,
  • “Relatório de Fiscalização de Políticas Públicas de 2021”,
  • “Parecer prévio sobre as Contas do Presidente da República de 2021” e
  • “TCU e o Desenvolvimento Nacional”.

“Todos esses relatórios consolidam informações que já foram julgadas pelo plenário. O que estamos fazendo e faremos ao longo das próximas semanas são atualizações que a equipe de transição pedir para auxiliar no funcionamento do próximo governo”, afirmou Dantas, após se reunir com Alckmin para a entrega dos documentos.

O Tribunal de Contas compartilhou ainda outros dois materiais com a transição de governo:

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS