REDES SOCIAIS

16°C

Participação feminina em áreas das ciências é tema de evento

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

UFMT e Uniselva integram grupo de pesquisa; Ação aconteceu na Bolívia

AFundação Uniselva, em colaboração com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), teve uma participação destacada na terceira edição do “WELLAS”, workshop do projeto ELLAS, realizado de 9 a 12 de abril, na cidade de La Paz, Bolívia. A iniciativa é voltada para a promoção da participação feminina em áreas de STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) na América Latina. Representando a Uniselva, a coordenadora do Núcleo de Acompanhamento, Jéssica Azevedo, apresentou o relatório financeiro relativo das ações do projeto e pode acompanhar todas as atividades ao longo dos dias. 

Nesta edição, também estiveram presentes pesquisadores dos três países envolvidos, Brasil, Peru, Bolívia e representantes do IDRC/Ladies Smith da Colômbia e do colaborador Cal Poly de Pomona dos Estados Unidos. A iniciativa contou ainda com a participação de mais de 25 estudantes bolivianos envolvidos no projeto. A recepção e cerimonial ficou por conta das duas universidades bolivianas anfitriãs, Universidad Católica Boliviana San Pablo e Universidad Mayor de San Andrés. 

Para o coordenador-geral do projeto, professor Cristiano Maciel, o evento foi extremamente produtivo, proporcionando a realização de atividades, alinhamentos de cronograma e recursos, além de fortalecer ainda mais o vínculo entre os membros da equipe. “Em uma rápida avaliação, considero que o evento foi muito produtivo e a equipe se integrou ainda mais, além de vivenciarmos a rica cultura da Bolívia. Sou grato à equipe pela participação neste evento, e à Uniselva por todo suporte ao projeto e ao seu principal evento,” destacou. 
Jéssica Azevedo, coordenadora do Núcleo de Acompanhamento da Fundação Uniselva, ressaltou a importância do Projeto ELLAS como uma oportunidade de fazer a diferença na promoção da participação feminina em STEM. “É uma grande honra para nós participarmos e contribuir para o desenvolvimento deste grupo de pesquisa, dedicado a promover mudanças significativas na participação feminina, não apenas na América Latina, mas em todo o mundo”, acrescentou. Ela ainda declarou o contentamento em poder acompanhar de perto as atividades desenvolvidas e os próximos passos a serem executados para a conclusão dessa parceria. 

A gerente de projetos do ELLAS, Luana Mendes, também enfatizou a complexidade e a importância do projeto, agradecendo à Fundação Uniselva pelo apoio na verificação dos processos e legislações necessários para a realização do WELLAS na Bolívia. 

Sobre o Projeto ELLAS 

O grupo de pesquisa ELLAS foi contemplado por um edital de financiamento do International Development Research Centre (IDRC), gerando um termo de cooperação entre oito instituições, incluindo a UFMT e a Uniselva, responsáveis pela execução do projeto e coordenação de uma equipe com mais de 30 participantes distribuídos entre Brasil, Peru e Bolívia. O objetivo principal do projeto é coletar dados sobre a participação feminina em STEM na região latino-americana e disponibilizá-los de forma pública e acessível. 

Desde o início do ELLAS, em 2022, a Fundação Uniselva desempenha o papel de gerenciadora das contratações e aquisições nos três países envolvidos, viabilizando assim a realização da pesquisa, além de atuar na organização logística das reuniões presenciais da equipe do projeto, como o workshop, que tem sido realizado anualmente em diferentes países da rede. 

A primeira edição do workshop ocorreu no Brasil, em Cuiabá, Mato Grosso. Já a segunda edição foi sediada em Lima, no Peru. O projeto ELLAS estenderá suas ações e atividades até 2025. 

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS