REDES SOCIAIS

26°C

Petit deposita sequência ruim do Cuiabá ao emocional, mas valoriza ponto na Série A: “A bola treme”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O Cuiabá até somou o primeiro ponto no Brasileirão, mas segue sem balançar a rede e apresentar uma boa atuação. Após o empate em 0 a 0 com o Vitória, o técnico Petit destacou como o emocional abalado dos jogadores tem atrapalhado os planos, mas fez questão de valorizar a primeira barreira ultrapassada.

? Muitas perdas de posse, muitos erros individuais, fruto do nosso time ainda não ter ganho. Queríamos muito, mas não conseguimos por conta da ansiedade dos jogadores. Conseguimos um ponto em nossa casa, queríamos os três, não conseguimos. Mas há de se valorizar esse ponto porque vínhamos de uma série negativa no Brasileirão. Agora é motivar os jogadores, pois são eles que vão nos dar as vitórias. Só vejo um caminho, que é trabalhar, porque domingo já temos outro jogo importante. Já estive lá dentro, sei como é estar nessa posição, muitas vezes a bola treme.

Assim como diante do Internacional, o Dourado teve dificuldades para se impor dentro de casa. O time não conseguiu finalizar na meta adversária e criou poucas chances claras. Na melhor oportunidade, Pitta aproveitou um erro de saída de jogo do rival e acertou o travessão do goleiro Lucas Arcanjo.

Diante da seca de gols, Petit foi questionado sobre as polêmicas envolvendo o centroavante Deyverson. O comandante explicou que o jogador ainda precisa trabalhar para estar na melhor forma e passar a ser opção.

? Sobre o Deyverson, ele está trabalhando conosco, mas ainda não sentimos que ele está em seu melhor momento para dar sua contribuição e aquilo que é exigido de um jogo de futebol. Nós nos preocupamos com aqueles que estão à disposição, e assim tentar tirar o melhor rendimento de cada um.

Por fim, Petit afirmou que já conversou com o presidente do clube, Cristiano Dresch, sobre as possibilidades de reforços no meio do ano. A segunda janela de transferências no Brasil abre no dia 10 de julho, e o Dourado terá mais de dez compromissos pelo Brasileirão até lá.

? Temos falado com o presidente sobre o mercado de transferências e o que podemos fazer. Mas ainda há um longo caminho até abrir o mercado. Estamos atentos, mas meu principal objetivo é tirar o melhor das peças que temos à disposição, porque temos muitos pontos em disputa até o mercado abrir. São eles que precisam ir lá dentro e tentar as vitórias.

Último colocado, o Cuiabá volta a campo neste domingo, contra o Criciúma. O duelo será disputado a partir das 15h (de MT), no estádio Heriberto Hülse, em duelo atrasado da sexta rodada.

Fonte GE Esportes

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS