REDES SOCIAIS

28°C

PGR pede inquérito para investigar deputado que deu tapa em colega durante promulgação da reforma tributária

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Procuradoria-Geral da República pediu nesta quarta-feira (3) abertura de inquérito para investigar o deputado Washington Quaquá (PT-RJ) por ter agredido, com um tapa, o também deputado Messias Donato (Republicanos-ES).

O caso ocorreu durante a sessão solene de promulgação da reforma tributária no plenário da Câmara, em dezembro do ano passado.

A agressão ocorreu em um momento em que os dois discutiam. Quaquá estava fazendo uma filmagem no plenário.

Parlamentares governistas entoavam o nome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estava na sessão solene. Oposicionistas, por outro lado, gritavam contra Lula.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

No meio da confusão, Quaquá teve o braço puxado e soltou uma ofensa homofóbica contra o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG).

Segundo Donato, enquanto ele tentava separar a confusão foi agredido com um tapa. O parlamentar acionou a polícia e pediu que o colega fosse investigado por injúria real, quando há uso de violência.

O vice-procurador-geral da República, Hindemburgo Chateaubriand, defendeu a abertura da investigação. O vice-PGR pediu que o Supremo Tribunal Federal notifique Quaquá para que, se quiser, apresente explicações sobre o caso.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS