REDES SOCIAIS

29°C

PRD pode lançar adversário de Kalil em Várzea Grande

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Fred Moraes

Única News

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Após ser anunciado como presidente estadual do Partido Revolução Democrática (PRD), o suplente de senador, Mauro Carvalho, ex-União Brasil, revelou que em Várzea Grande o partido poderá lançar um adversário para Kalil Baracat (MDB), atual prefeito que tentará reeleição. Conforme o presidente, até o momento nenhum acordo de apoio foi firmado e por isso abre espaço para candidatura própria.

Como divulgado anteriormente pelo , Mauro Carvalho disse que o único acordo feito até o momento pelo PRD em Mato Grosso, foi com a candidatura à Prefeitura de Cuiabá, do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (União Brasil), e em Várzea Grande as conversas deverão ser iniciadas nos próximos dias.

“Dos 142 municípios de Mato Grosso, o único compromisso firmado é com a candidatura de Cuiabá, como o escolhido do União Brasil foi Eduardo Botelho, estamos com Eduardo Botelho. O Botelho me ligou e nós reafirmamos o compromisso com a candidatura dele a Prefeitura de Cuiabá. Em Várzea Grande, estamos sem compromisso nenhum não conversei com ninguém ainda. Então abriremos as discussões em fevereiro, tudo será possível”, disse Carvalho na sexta-feira (15).

Questionado sobre o planejamento do novo partido para 2024, o presidente explicou que a meta é fazer o maior número de prefeitos e vereadores eleitos.

“A meta do partido, o foco do PRD, o objetivo principal é eleger vereadores e prefeitos em todos os munícipios.  Se em um devaneio eu ser candidato, perderei foco e prejudicarei meu partido. Existem trabalhos sérios e focados que iremos trabalhar”, finalizou.

Além de Mauro Carvalho, compõem a Comissão Provisória do Partido da Renovação Democrática em Mato Grosso, José Genesio Poyer Júnior, como vice-presidente e como secretário-executivo, o ex-presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga. A Comissão seguirá a frente do partido até 30 de novembro, conforme rege na certidão de composição da Justiça Eleitoral e foi validada junto ao Superior Tribunal Eleitoral (STE) em 15 de fevereiro.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS