REDES SOCIAIS

21°C

PRF prende golpista do 8/1 que tentava fugir para Argentina

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, em Naviraí, no Mato Grosso do Sul, um homem envolvido nos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023. Ele era considerado foragido e estava tentando fugir para a Argentina.

A prisão aconteceu na manhã desta quarta-feira (22), após policiais rodoviários federais abordarem o veículo em que estava o homem e a mãe dele.

O carro foi abordado em um trecho da BR-163 após fazer uma ultrapassagem em faixa contínua.

No momento da abordagem, o condutor disse que possuía pendências com a justiça e que estaria envolvido nos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023.

A passageira, por sua vez, afirmou que os dois estavam fugindo para a Argentina por temerem uma possível condenação definitiva do filho.

O homem cumpria determinação cautelar com uso de tornozeleira eletrônica, mas teria rompido o equipamento no dia anterior para fugir para fora do país.

Em contato com o judiciário, os policiais constataram que havia um mandado de prisão do STF contra o condutor. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal em Naviraí (MS).

Condenações pelos atos golpistas

Até a última atualização dessa reportagem, o STF havia condenado 216 pessoas por participarem dos atos golpistas. As penas vão de 3 anos a 17 anos de prisão.

A maioria foi condenada por cinco crimes:

  • abolição violenta do Estado Democrático de Direito;
  • dano qualificado;
  • golpe de Estado;
  • deterioração do patrimônio tombado;

associação criminosa.A Corte tem julgado de forma individual, no plenário virtual, as ações penais com acusações feitas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra os acusados de invadirem e destruírem as sedes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS