REDES SOCIAIS

17°C

?Se o partido não quiser ela, nós queremos?, diz Abílio sobre Michelly no PL

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O deputado federal Abílio Brunini, presidente municipal do Partido Liberal em Cuiabá, confirmou que dentro da sigla houve um convite de filiação enviado a vereadora Michelly Alencar (União Brasil). Brunini disse que por gostar do trabalho da parlamentar, acompanhá-la de perto e saber que enfrentava uma suposta crise no União Brasil, tentou trazer a vereadora, mas sem sucesso.

Em entrevista à imprensa nesta quinta-feira (9), o parlamentar afirmou que Michelly quis permanecer na sigla em razão do compromisso firmado com o governador Mauro Mendes (União Brasil), ainda em 2020, quando entrou na política.

“Eu liguei para ela, o PL tem interesse e se ela tiver disposição de vir, o PL estará de portas abertas. Acredito que ela ficou bem agradecida, mas me explicou que tem compromisso político com o governador, e tem um respeito grande. Ela ficará no União Brasil, eu entendi e ela foi muito leal. A gente fez o convite com base no que foi apresentado na mídia”, disse Abílio.

Contudo, Abílio não desistiu da possibilidade. O deputado explica que em março, período das janelas partidárias – troca de partidos -, Michelly pode vir para a sigla bolsonarista caso eles “não quiserem” a jornalista na agremiação.

“Janela partidária só lá para fevereiro ou março, do ponto de vista dela, ela permanecerá no partido. Mas, se o partido dela não quiser ela, nós queremos”, finaliza.

Michelly já havia confirmado o convite nesta semana, mas também revelou que disse não ao partida. Conforme explicou a vereadora, atualmente ela não possui interesse em sair do partido e permanecerá onde está. Porém, se no ano que vem durante a pré-campanha eleitoral enxergar inviabilidades, analisará outras possibilidades.

“Eu recebi o convite, foi tranquilo. O Abílio acompanha e credibiliza meu trabalho. Ele fez o convite, só que eu disse que nesse momento não tenho interesse nenhum de sair do partido. Eu permaneço no União Brasil, e eu não sei se no futuro mudará. Se eu ver que não tem viabilidade eu irei analisar a situação, mas não é o momento de se pensar nisso”, conta Michelly.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS