REDES SOCIAIS

23°C

Sumiço de jornalista e indigenista às vésperas da Cúpula das Américas preocupa governo Bolsonaro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

O sumiço do indigenista Bruno Araújo e do jornalista inglês Dom Phillips na Amazônia às vésperas da Cúpula das Américas preocupa o governo Jair Bolsonaro.

A Polícia Federal e a Marinha foram orientadas a tratar como prioridade a busca pelos dois. Araújo e Phillips sumiram numa área dominada pelo tráfico de drogas e garimpo ilegal.

Um assessor presidencial disse ao blog que as buscas já seriam prioridade em qualquer situação, mas ganharam contornos mais importantes porque o desaparecimento ocorreu justamente na semana da cúpula.

Para esse auxiliar de Bolsonaro, o ideal é que tudo esteja esclarecido antes mesmo de Bolsonaro chegar a Los Angeles. O presidente deve ter uma reunião bilateral com Joe Biden, e o tema da política ambiental irá fazer parte das reuniões.

O temor da equipe presidencial é que o desaparecimento do jornalista e do indigenista acabe sendo usado para que sejam feitas cobranças ao presidente brasileiro sobre o aumento do desmatamento da Amazônia.

Pelo combinado com o governo norte-americano, o tema estaria na mesa, como também respeito à democracia, mas sem a criação de constrangimentos para o presidente do Brasil.

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS