REDES SOCIAIS

28°C

TSE começa testes públicos de segurança das urnas que serão usadas nas eleições de 2024

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O Tribunal Superior Eleitoral iniciou, nesta segunda-feira (27), o Teste Público de Segurança da Urna de 2023 ? uma das etapas de verificação que atesta a segurança das urnas eletrônicas que serão usadas nas eleições municipais do ano que vem.

A abertura foi feita pelo secretário de Tecnologia e Informação do tribunal, Júlio Valente. O teste vai até a próxima sexta-feira (1º).

Até lá, mais de 30 especialistas em tecnologia da informação ? hackers, programadores, representantes de universidades e peritos da Polícia Federal ? vão testar os equipamentos usados para coletar os votos dos cidadãos.

Entre os testes, o grupo tentará invadir o sistema da urna para identificar possíveis falhas e vulnerabilidades.

Se algo for encontrado, o tribunal terá tempo hábil para corrigir o problema e evitar riscos no momento da votação. Em maior de 2024, os investigadores voltam ao TSE para verificar se as eventuais falhas foram corrigidas.

O secretário de Tecnologia da Informação (STI) do TSE, Júlio Valente, disse que o objetivo do teste é fortalecer a confiabilidade, a transparência e a segurança da captação e da apuração dos votos, assim como propiciar o aperfeiçoamento do processo eleitoral.

“É o momento em que a Justiça Eleitoral e a sociedade civil estão juntas, em uníssono, para melhorar o sistema eleitoral”, afirmou Valente.

Segundo o TSE, o teste permite que especialistas colaborem no aprimoramento dos sistemas eletrônicos usados na votação.

Os especialistas vão analisar as urnas eletrônicas modelos 2022 e 2020. São verificados os programas que fazem o controle dos equipamentos e as mídias eletrônicas.

Em outubro esses investigadores já tiveram a oportunidade de analisar o código-fonte da urna, que também está aberto para inspeção de entidades autorizadas a fiscalizar o processo eleitoral, como partidos políticos.

Os códigos-fonte são um conjunto de linhas de programação de um software, com as instruções para que o sistema funcione. A abertura permite a inspeção. Veja abaixo:

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS