REDES SOCIAIS

28°C

Assembleia deve derrubar veto a emenda que garante recursos para creches e abrir diálogo com o Governo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Aline Almeida

Única News

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (União), afirmou que vai abrir um diálogo com o Governo do Estado com a finalidade de tratar sobre recursos para creches. Isso porque, a Casa de Leis deve derrubar o veto de Mauro Mendes (União) a emenda da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2024, que prevê recursos para a construção e ampliação de creches nos municípios do Estado.

A derrubada deve atender um pedido do conselheiro do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), Antonio Joaquim, que foi quem apontou à Assembleia Legislativa sobre a necessidade dos recursos. No final do ano passado, Botelho tentou garantir a alocação de mais de R$ 427 milhões do orçamento estadual para a construção e ampliação de creches.

A emenda alterou o texto do Plano Plurianual (PPA 2024/2027). O posicionamento leva em consideração estudo realizado pelo Gabinete de Articulação para a Efetividade da Política de Educação em Mato Grosso (Gaepe-MT) que apontou déficit de quase 15 mil vagas para crianças de 0 a 3 anos. É o que explica Antonio Joaquim, que, além de representar o TCE-MT no Gabinete, também preside a Comissão Permanente de Educação e Cultura do órgão.

No entanto, o governador Mauro Mendes vetou a emenda. Na próxima semana, o veto deve ser derrubado pelos parlamentares . “Vamos votar aqui. Derrubando o veto, vamos procurar o Governo, para ter um diálogo com ele, pra mostrar a importância disso, para que não recorra na Justiça e faça esse investimento que é importante para as crianças e adolescentes, para as mães que tem que trabalhar e não tem quem deixar o filho. Assim, garantimos crianças saudáveis que possam vir para a sociedade e serem bons cidadãos. Tenho certeza que o governador e a primeira-dama vão entender e nos ajudar com isso”, disse Botelho em entrevista à imprensa nesta quarta-feira (21).

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS