REDES SOCIAIS

19°C

Botelho recua e diz que ida para o PSD não foi nem conversada

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Parece notícia velha, mas não é! Na manhã desta quarta-feira (08), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (União Brasil), negou a informação de que sua grande filiação ao Partido Social Democrático (PSD) estava garantida. Conforme Botelho, antes de firmar qualquer compromisso partidário, precisa resolver sua situação com o União Brasil, regido por Mauro Mendes.

Botelho explica que ainda não teve a esperada conversa com o presidente do partido e aguardará sua retomada da China para articular as decisões.

“Não foi discutido comigo esse assunto, eu preciso resolver ainda a minha situação no partido, não sei nem se vou sair. Eu agradeço a ansiedade do pessoal do PSD, mas eu não posso combinar qualquer coisa sem definir minha vida no União Brasil. Eu estou aguardando-o voltar para nós definirmos isso, se não tiver entendimento irei sair”, explica.

O deputado diz que para continuar no partido, quer o estabelecimento de regras e normas claras referentes ao candidato da sigla e que ele seja escolhido ainda nesse ano.

“Existem possibilidades de continuar, regras claras, bem definidas e que o candidato seja definido esse ano. O candidato precisa ser escolhido esse ano, tem que ser tudo feito. Minha possibilidade de ficar ou sair é de 50% a 50%”, finaliza.

A fala de Botelho contradiz o que o deputado estadual Wilson Santos (PSD) disse ontem na Record TV Cuiabá. Em uma entrevista, o deputado disse que estava tudo certo para a filiação de Botelho inclusive com datas fechadas.

Wilson garantiu que a gota d’água foi o pedido feito pelo governador Mauro Mendes (União Brasil), presidente da sigla, para que Botelho conversasse com o deputado federal Fábio Garcia (União Brasil), com quem disputava candidatura internamente.

“Está com um pé e meio [no PSD]. Ontem, estive em São Paulo com o presidente Kassab, e ele disse que está impressionado com o perfil do Botelho, com o destaque dele nas pesquisas. Cuiabano, gente fina, gosta do povão, tem bom coração, é um empresário de sucesso. Tem tudo para ser o prefeito de Cuiabá. Nós nos reunimos com a Executiva do PSD municipal, já estamos preparando o ato de filiação do Botelho. Definimos o dia 11 de dezembro no Centro de Eventos do Pantanal”, anunciou Wilson, que já foi eleito prefeito da Capital por dois mandatos.
[11:07, 08/11/2023] Aline Unica: Ok

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS