REDES SOCIAIS

19°C

PF prende 2 e faz buscas em MG, DF e SP contra suspeitos de planejar atos de terrorismo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (8) dois suspeitos de planejar atos terroristas no país. A operação envolveu ainda 11 mandados de busca e apreensão em Minas Gerais, São Paulo e no Distrito Federal.

Segundo material divulgado pela PF, a operação Trapiche tem o objetivo de “interromper atos preparatórios de terrorismo e obter provas de possível recrutamento de brasileiros para a prática de atos extremistas no país”.

A TV Globo apurou que os alvos da operação têm ligação com o grupo armado libanês Hezbollah.

Ainda segundo investigadores, outros dois mandados de prisão foram expedidos contra descendentes de libaneses que estão no Líbano. Os alvos estão na chamada “Difusão Vermelha” da Interpol, ferramenta de cooperação policial internacional.

Os nomes dos suspeitos não foram divulgados, mas os dois detidos no Brasil foram presos em São Paulo. Os mandados foram distribuídos assim:

  • Minas Gerais: 7 mandados de busca e apreensão
  • Distrito Federal: 3 mandados de busca e apreensão
  • São Paulo: 1 mandado de busca e apreensão, 2 mandados de prisão temporária

Segundo a PF, os “recrutadores” e os possíveis “recrutados” para esses atos de violência devem responder por crimes que, somados, podem levar a penas de até 15 anos e 6 meses de prisão.

As condutas previstas na Lei de Terrorismo são equiparadas a crimes hediondos. Isso significa que o preso não pode ser solto pagando fiança, que o crime não prescreve e que a pena é cumprida inicialmente em regime fechado, mesmo antes da condenação definitiva.

window.PLAYER_AB_ENV = “prod”

Fonte G1 Brasília

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS