REDES SOCIAIS

17°C

Maysa é aconselhada por Pivetta a deixar discussão de vice-prefeita só para 2024

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

@media only screen and (max-width: 767px) {
.img-wrapper {
margin-bottom: 5px;
}

.content-title {
margin-bottom: 10px;
}
}

Apontada como a vice-prefeita da chapa do deputado estadual Eduardo Botelho (União Brasil) para 2024, a vereadora Maysa Leão (Republicanos) garantiu que deixará a discussão de subir ao palanque do parlamentar apenas para o ano que vem. Maysa disse que foi aconselhada pelo governador em exercício, Otaviano Pivetta (Republicanos), não focar em sua candidatura, já que tudo ainda é instável.

Em entrevista a TV Vila Real, Maysa afirma que é cedo para comentar seus projetos e garantiu receber o convite de Botelho e se sentiu lisonjeada, mas dará continuidade ao que ouviu de Pivetta.

“Para 2024, Pivetta me disse que é muito cedo para bater martelo e falar sobre projetos em um momento em que nada é concreto. Houve esse convite, recebi lisonjeada por ver meu nome, mas ele ainda nem sabe por onde vai concorrer. Ficamos felizes com a conversa que tivemos. Bater martelo agora é muito cedo”, disse Maysa.

Leão ainda pontua que só se juntará ao deputado se ele se afastar de Emanuel, pois jamais iria compactuar ou subir no palanque de quem é “grudado” com o atual prefeito de Cuiabá, porque acompanha de perto a gestão municipal.

“Se o deputado Botelho não optar por descolar e fazer uma oposição clara e transparente, prejudicará a própria candidatura. Eu não ando com quem anda no mesmo palanque de Emanuel, questões de princípios e de ética. Eu fiscalizo a capital e não acredito nesse gestor. Se ele seguir com Emanuel não terá meu apoio”, finaliza.

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS