REDES SOCIAIS

29°C

Coronel Assis cita resistência em se discutir prisão perpétua e pena de morte no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

image

O deputado federal por Mato Grosso, Coronel Assis (União), comentou nesta quinta-feira (6), em entrevista ao PodCast Tudo&Política, sobre a resistência do Governo Federal em discutir penas como a prisão perpétua e pena de morte no Brasil. Conforme o Coronel da Polícia Militar, atualmente, a Segurança Pública é um dos principais do país.

“Nas grandes democracias ocidentais, nós vemos que muitas delas possuem penas de prisão perpétua e em alguns países existem até pena de morte, mas isso nós não queremos discutir aqui. Eu acredito que nós tínhamos que fazer essa revisão no arcabouço penal, não sei se a pena de morte resolveria, mas a prisão perpétua para determinados crimes, talvez, mas ninguém quer discutir isso”, disse.

Na ocasião, o deputado ainda defendeu a necessidade de combater a impunidade com ‘leis mais duras’.

“Infelizmente, a Segurança é um dos principais problemas do nosso país, precisamos combater a impunidade com leis mais duras, essa ideia de que a ‘polícia prende’ e a ‘lei solta’ já está no íntimo do brasileiro. Acredito que o Governo Federal precisa estabelecer uma política nacional de segurança pública, estabelecer eixos de trabalho que vão de encontro com o que a sociedade precisa”, explicou.

De acordo com o parlamentar, que é de direita e defende pautas conservadores, apesar do atual Governo Lula (PT) ser de esquerda, é preciso deixar as questões ideológicas de lado e trabalhar em busca do que a sociedade precisa.

“Deixando de lado questões ideológicas de esquerda e direita e precisamos trabalhar uma revisão no arcabouço penal, no sentido em que nós possamos colocar no íntimo das pessoas que pensam em cometer um crime, elas saibam que isso vai ser muito ruim e elas serão duramente punidas por isso”, reiterou.

Acompanhe ao vivo:

Fonte: Isso É Notícia

VÍDEOS EM DESTAQUE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS